Marketing para MEI: Funil de Vendas

Equipe SOMEI

Você já percebeu que as pessoas estão cada vez mais sem tempo e são atingidas diariamente por várias informações? Esses dois motivos mudaram os padrões de marketing dessa nova “era” que vivemos.

Philip Kotler, considerado desde a década de 60 como o “pai do marketing”, destaca que estamos vivendo uma nova etapa do marketing, onde o grande desafio das empresas é saber envolver um público cada vez mais sem tempo e facilmente distraído.

É o que chamamos de marketing 4.0.

Você pode estar se perguntando: “Mas o que isso tem a ver com o meu negócio MEI?”

Vou te responder isso de forma prática: se você não tiver estratégias para se aproximar dos clientes na hora em que eles precisam, sua marca poderá ser esquecida!

Para te ajudar nessa missão, resolvemos dar algumas dicas de marketing para MEI, utilizando uma ferramenta que ultrapassa gerações, no entanto, se adapta aos padrões modernos do marketing 4.0.

Você já ouviu falar no “funil de vendas”?

O funil de vendas é uma estratégia poderosa de marketing para MEI. Fique atento na explicação!

Chegou o aplicativo do MEI

O QUE É FUNIL DE VENDAS?

Trata-se de uma ferramenta de marketing separada por estágios. Imagine um funil! Agora imagine ele dividido em três etapas, onde: o topo é mais largo, afinando no fundo do funil.

TOPO DE FUNIL

Na primeira fase dessa estratégia de marketing, temos o topo do funil.

Aqui, seus visitantes podem ser convertidos em leads (lead pode ser entendido como alguém que possui interesse naquilo que você fornece ou vende, seja um produto ou serviço).

Fico calmo! Vamos explicar como isso acontece!

# Aprendizado e descoberta

O funil de vendas tem seu início estratégico no momento em que seus clientes descobrem a sua marca. É nessa fase que a sua MEI é percebida.

Imagine que seu site teve um novo visitante, uma pessoa parou em frente a vitrine de sua loja e ficou apreciando seus produtos. O seu “potencial cliente” te descobriu, te conheceu, conheceu sua marca, ficou sabendo que você vende um determinado produto.

# Reconhecimento do problema

Agora, imagine que esse “potencial cliente” possui uma necessidade específica. Ele precisa comprar um produto ou serviço. E pá! Adivinha quem vende o produto que ele precisa?

Perceba que o potencial cliente somente poderá saber que você vende o produto ou serviço da qual ele precisa, se ele já tiver passado pela “fase da descoberta”. Ou seja, ele precisa saber que sua MEI existe para que ele considere a possibilidade de ser atendido por você.

Na fase de reconhecimento do problema, sua empresa passa a desenvolver as expectativas desse potencial cliente para resolver o seu “problema”, ou seja, a sua necessidade de compra.

Mas, fique atento! Isso não é tão simples como parece. Muitas vezes o cliente nem sabe que possui um “problema” ou uma necessidade a ser atendida.

O topo do funil de vendas é justamente a etapa que sua empresa tem de ser vista e seus produtos ou serviços precisam ser desejados.

Ok. Você já entendeu em teoria como isso funciona. Agora vamos entender através de alguns exemplos, como conseguir essa geração de leads.

  • Esteja presente nas redes sociais;
  • Preocupe-se com o visual de sua loja, seja ela física ou virtual;
  • Divulgue seus produtos e serviços de forma com que as pessoas criem o interesse de tê-los;
  • Se relacione com o seu público alvo: use o marketing digital.

Lembra que falamos no início que estamos vivendo a era do Marketing 4.0?

Veja bem: o marketing digital é a grande “sacada” do crescimento das MEI’s.

Sua MEI precisa ser vista e desejada não só presencialmente, mas através das mídias sociais.

Quer saber um pouco mais sobre isso? Clique aqui: Porque o MEI precisa criar conteúdo nas redes sociais agora

Decida ser grande hoje mesmo

MEIO DO FUNIL

A segunda fase da estratégia “funil de vendas” está no meio do funil.

# Consideração da solução

Nessa fase, o seu possível cliente já sabe que tem um problema e sabe que a sua empresa é uma das opções para solucionar esse problema.

Sua estratégia deve ser em convencer o seu cliente de que sua marca e seus produtos são mais interessantes do que os demais.

Mostre a ele os benefícios de seus produtos e serviços. Destaque o retorno sobre o que ele investiu. Apresente ao seu possível cliente, depoimentos e casos de sucesso envolvendo seus produtos e serviços.

Deixe claro ao seu cliente que o seu objetivo é ajuda-lo a resolver suas necessidades, e não vender um produto a qualquer custo. O cliente não pode se sentir intimidado, ameaçado ou enganado.

Apresente ao cliente outras alternativas que você tenha e mostre a ele as vantagens de cada opção. Ganhe a confiança de seu cliente!

FUNDO DO FUNIL

O fundo do funil é a última etapa dessa estratégia.

Seu futuro cliente já ouviu falar da sua marca, já percebeu que tem uma necessidade e já conheceu os benefícios da sua marca e produto. Ele sabe que você (sua MEI) é uma das opções que ele possui.

# Decisão de compra

Seu cliente precisa estar convencido de que você possui referências no mercado e segurança para atendê-lo.

É hora de dar aquele “empurrãozinho” na venda!

Estimular a decisão de compra é um papel importante do negociador. Para finalizar o funil de vendas, você precisará vender seu produto a esse cliente e focar agora em sua fidelização.

Ou seja, não basta fechar a venda! Esse cliente tem que voltar a comprar seus produtos e suas soluções. Ele precisa indicar seus serviços a outras pessoas. Só assim, você poderá ter certeza de que ele se tornou um verdadeiro cliente.

Ofereça-lhe soluções no pós-vendas. Ligue para saber deu tudo certo com o seu produto ou serviço. Mande mensagens avisando de novidades de produtos em sua loja. Mostre-se interessado em continuar um relacionamento.

CONCLUSÃO

A estratégia de “funil de vendas” é uma forma clara de você perceber em que fase o seu relacionamento com o seu cliente está. É uma forma de garantir que você conduzirá suas ações para criar visitantes em sua loja, gerar leads, criar oportunidades e enfim, ter um novo cliente.

Quer saber mais sobre estratégias de marketing? Leia também: Marketing para MEI: ramo de roupas e acessórios.

+ Artigos

Por que o MEI precisa criar conteúdo nas redes sociais agora

Se a sua marca não está na internet, onde ela está? Três em cada quatro brasileiros acessam a web, aponta…

Ler artigo

MEI, venda mais nesse dia dos pais!

Olá, MEI! Não esqueçam, 09 de Agosto: DIA DOS PAIS! Considere esta oportunidade para incrementar os seus negócios e vender…

Ler artigo

Pré Black Friday do MEI: o que NÃO fazer

A campanha Black Friday está batendo na porta e o otimismo dos empreendedores junto ao desejo de compra dos consumidores…

Ler artigo
Arrow-up
pt_BR
pt_BR