Tudo sobre controle de fiado para MEI

Equipe SOMEI

Você realiza vendas fiado na sua empresa? Então, você precisa conferir esse artigo e descobrir o que o SOMEI preparou para você!

Muito comum no dia a dia do MEI, o fiado segundo os dicionários é uma modalidade de venda feita a crédito, ou seja, a prazo, sem que o cliente precise pagar nada na hora da compra.

É assim mesmo que funciona, o cliente leva um produto sem pagar nada por ele naquele momento, se comprometendo a realizar o pagamento dentro de um prazo a ser combinado com o vendedor.

Sem dúvidas, para o cliente o fiado é um ótimo negócio, principalmente em virtude do maior prazo de pagamento. Mas, e para o vendedor e empresário? Será mesmo que o fiado é um bom negócio?

Pode ser que sim, como também pode ser que não. A resposta para a pergunta varia muito e tudo vai depender basicamente do nível de controle que a empresa, no nosso caso, o MEI, possui sobre essas vendas realizadas a prazo ou melhor, no popular fiado!

Isso porque, em geral o fiado contribui e muito para o crescimento das vendas, no entanto, caso não controlado adequadamente, o fiado também acaba contribuindo para o crescimento de algo que não é muito bem-vindo: a inadimplência e o calote!

Vamos descobrir como controlar melhor as vendas no fiado e assim evitar prejuízos? Então, continue conosco!

Como controlar as vendas no fiado e evitar prejuízos?

Talvez, você nunca tenha reparado, mas até mesmo algumas grandes empresas comercializam seus produtos no fiado, quanto a isso, um bom exemplo é as Casas Bahia.

A rede de lojas que atua no segmento varejista de móveis e eletrodomésticos é conhecida pelo seu tradicional carnê de pagamento, que na verdade não deixa de ser o bom e velho fiado, afinal as pessoas levam as mercadorias e pagam somente depois.

No entanto, você MEI precisa seguir o exemplo dessa grande loja! Talvez, você ainda não saiba, mas as Casas Bahia não realiza vendas no carnê para todos os clientes, mas apenas para aqueles que passam por uma aprovação e análise de crédito da loja.

Qual o objetivo dessa análise? Certificar-se de que o cliente em questão é um bom pagador, diminuindo assim as chances de calote.

Pensando nisso, vamos a nossa primeira dica para controle de fiado!

Chegou o aplicativo do MEI

1. Antes de vender fiado, realize uma análise de crédito

Você sabia que toda empresa pode realizar uma análise de crédito a respeito do cliente antes de fechar um negócio com pagamento à prazo?

Sim, você não precisa nem mesmo ser um banco ou uma financeira para isso, basta ter contratado um dos planos de consulta a CPFs dos serviços de proteção ao crédito, como por exemplo, o Serasa.

Consultando o CPF do cliente em questão, é possível verificar o histórico de pagamentos, débitos em aberto e limites de crédito. Assim, você tem em mãos uma excelente ferramenta para permitir ou recusar vendas no fiado.

Portanto, evite calotes, não venda no fiado para clientes com restrições nos serviços de proteção ao crédito!

2. Coloque um limite de crédito para as vendas no fiado

Você até pode vender no fiado para aumentar as suas vendas e não há nada de errado quanto a isso. No entanto, é muito importante que você determine um limite de crédito para cada cliente.

Definindo um limite de crédito você mantém maior controle sobre as vendas no fiado e também reduz a inadimplência, uma vez que assim é possível evitar que as pessoas comprem mais do que elas podem realmente pagar.

3. Não deixe de cobrar os clientes inadimplentes

Um cliente não pagou o valor na data anteriormente combinada? Não tenha vergonha, entre em contato com o mesmo e o notifique de que existe um débito em aberto no seu sistema que precisa ser quitado o quanto antes!

Aplique juros e multas sobre o atraso para reduzir a prática e por fim, diminua o crédito do cliente para novas compras na sua empresa.

Vale destacar, que impedir novas compras à prazo de clientes que possuem o hábito de atrasar os pagamentos é um direito do vendedor e não há qualquer problema legal quanto a isso.

A sua empresa não está obrigada a realizar vendas com pagamento à prazo, essa na verdade é uma facilidade opcional que pode ou não ser oferecida aos clientes.

Decida ser grande hoje mesmo

4. Mantenha controle sobre as suas vendas no fiado

Vendeu no fiado? E agora, como você faz para manter controle sobre todas as vendas a prazo, assim como também em relação às datas de pagamento?

Vender no fiado pode ser interessante para você e para a sua empresa MEI, no entanto, sem controle, esse tipo de venda pode deixar de ser uma simples solução para aumentar as vendas e na verdade se transformar em um verdadeiro pesadelo.

Foi pensando exatamente nisso e em como ajudar você parceiro MEI a manter o total controle sobre as suas vendas no fiado, que a SOMEI está desenvolvendo um novo recurso para o aplicativo!

Em breve, a SOMEI permitirá que você cadastre no app todas as suas vendas no fiado, mantendo controle absoluto sobre elas!

Você finalmente terá em mãos informações valiosas, como por exemplo, a data de vencimento e o valor de cada venda no fiado.

Com a nova ferramenta da SOMEI, você evitará prejuízos e calotes, não deixando passar por despercebido nem mesmo um único pagamento do fiado que esteja em atraso!

Ainda não tem o app SOMEI? Então, você está perdendo tempo! Faça o download agora mesmo!

O app SOMEI é totalmente gratuito e possui várias funcionalidades importantes para a sua empresa MEI, como por exemplo o controle de vendas, o controle de estoque e em breve o controle de fiado!

Gostou da novidade? Então, continue acompanhando o blog da SOMEI e fique sempre por dentro de tudo que envolve o universo MEI!

Boas vendas!

+ Artigos

Empréstimo para MEI? Saiba como conseguir

Desde que as medidas protetivas contra o Covid-19 iniciaram, uma forte crise econômica afeta as microempresas. Em muitos casos, as…

Ler artigo

Dia das Mães: 05 dicas para o MEI vender mais (mesmo na crise)

Depois da comemoração do Natal, o dia das mães é a data mais importante no varejo. No Google os números…

Ler artigo

Por que o MEI precisa criar conteúdo nas redes sociais agora

Se a sua marca não está na internet, onde ela está? Três em cada quatro brasileiros acessam a web, aponta…

Ler artigo
Arrow-up
pt_BR
pt_BR