Dicas para MEI: como reinventar seu negócio

Equipe SOMEI

Hoje queremos ajudar você com algumas dicas para MEI sobre como reinventar o seu negócio e sair desta crise econômica causada pela pandemia. Milhões de empreendedores estão com dificuldades para retomar as suas atividades, voltar a trabalhar, garantir o sustento de suas famílias e gerar receitas. É preciso se reinventar!

Você, que também sofreu um grande baque, nestes últimos meses, deve estar se perguntando:  E agora? Como vou retomar meu empreendimento? Como sair do vermelho, recompor estoque, matéria-prima, quitar as contas em atraso? E o aluguel? E os meus clientes? Será que a clientela voltará a consumir meus produtos e serviços?  No “novo normal ´´ vai ter espaço para o meu negócio?

A sua preocupação, amigo (a) MEI, é absolutamente natural, até mesmo necessária. Você deve, realmente, fazer um questionamento acerca de todos os pontos que impactaram negativamente o seu negócio nestes meses de pandemia, elaborar e executar um plano de recuperação, uma REINVENÇÃO capaz de proteger o seu empreendimento e mantê-lo rentável, no AZUL, neste “novo normal´´. 

Chegou o aplicativo do MEI

Para tanto, propomos a você:

07 dicas para a Reinvenção do seu Negócio:

1) Mantenha-se motivado:

Pratique a automotivação, mantenha o foco, o equilíbrio emocional. Esteja firme, com o pensamento positivo. Assim, você pensará melhor, tomará as atitudes mais acertadas e encontrará um caminho positivo para a superação da crise que afetou o seu negócio. Não deixe de conferir nosso artigo “Dicas para MEI: como se manter motivado em tempos de crise?”.

2) Seja estrategista: 

Encare a reinvenção do seu negócio com bastante seriedade e garra.  Simbolize este momento, até mesmo dando um nome ao Plano de Reinvenção do seu Negócio. A crise é uma grande oportunidade para mudanças que resultem em melhorias no trabalho.

3) Analise o seu negócio (Como era o seu negócio antes da pandemia):

– Como era a sua rotina de trabalho?

– O que você fazia antes e que ainda pode fazer hoje da mesma forma?

– O que você fazia antes e que agora tem de fazer diferente?

– O que você fazia antes e que agora se tornou impossível de ser feito da mesma forma?

4) Analise os impactos financeiros em seu negócio nos últimos 03 meses:

– Qual foi a queda no faturamento mensal, mês a mês?

– Com a reabertura gradual da economia, você consegue prever um aumento de quantos % no faturamento para os próximos 03 meses, trabalhando da mesma forma que trabalhava antes da crise?  

– Mesmo que, daqui para a frente, haja uma melhora em seu faturamento, você acredita que as receitas serão satisfatórias neste ciclo do “ novo normal ´´?   

– Caso você não altere em nada a sua rotina de trabalho, acredita que com o passar do tempo tudo voltará ao “ real normal ´´ e, portanto, não há necessidade de promover mudanças, agora, em seu negócio?

Decida ser grande hoje mesmo

5)  Se você MEI, ao ler a dica 4, percebeu uma clara necessidade de mudança em sua maneira de trabalhar, sente que precisa sacudir a rotina e alterar o fluxo de seu trabalho, bora reinventá-lo?

Dica MEI: Se você sentir necessidade de apoio para planejar e realizar as mudanças converse com alguém confiável, um parente, um amigo, alguém com quem possa trocar ideias sobre as adaptações e melhorias que precisam ser feitas em seu negócio. Duas cabeças podem pensar melhor que uma e chegarem a melhor solução.

– Coloque ordem nas prioridades: O que tem de ser feito primeiro?

–  O que você precisa fazer diferente, imediatamente?

– Como programar os pagamentos das despesas operacionais?

Mas vamos por partes:

Ponto Comercial: Você paga aluguel?

Tente negociar uma redução no valor ou avalie a possibilidade de mudança para um ponto comercial mais barato.

O aluguel já está atrasado? Tente negociar uma amortização, mês a mês, de acordo com o que você consiga pagar, até que seja possível o pagamento integral e a renegociação dos meses pendentes.

–  Contas atrasadas: Priorize os pagamentos pela ordem de importância e sempre busque a negociação, o parcelamento, a prorrogação de vencimentos, enfim, o que puder ser feito para sair do “aperto´´. E toque em frente.

–  Crédito: Evite tomar crédito no mercado financeiro, mas se for inevitável a requisição de crédito para tocar o seu negócio, procure as linhas de financiamento autorizadas pelo governo, de acordo com a operacionalidade do seu negócio.

Cuidado com as financiadoras que oferecem crédito fácil e cobram taxas de juros abusivas.

–  Fornecedores: Mais uma vez, tente a negociação, agora com os seus fornecedores. Um prazo maior, talvez maior número de parcelas para a reposição de estoque, matéria-prima ou insumos. Eles também devem estar renegociando com alguém e vão entender a sua necessidade.

E fique atento a novos fornecedores. Talvez seja válida alguma mudança na cadeia fornecedora, se isto lhe der fôlego financeiro ou alguma outra vantagem competitiva. Analise as possibilidades e a relação custo x benefício.

–  Clientes: Onde estão os seus clientes? Você tem mantido alguma forma de contato com eles, mesmo quando as portas estavam fechadas? Agora, mais do que nunca, você precisa estar atento a uma coisa chamada `` administração do relacionamento´´.  Trata-se de uma estratégia de marketing utilizada em qualquer segmento e também vale para MEI.

Mantenha contato frequente com os seus clientes pelo WhatsApp, e-mail e redes sociais. Quanto mais perto do cliente você estiver mais vendas serão feitas, mais negócios serão fechados.

Lembre-se que o seu cliente também está passando por dificuldades e muito provavelmente vai querer renegociar com você. Um maior prazo para pagar, um desconto, maior número de parcelas. Seja flexível com o seu cliente assim como os seus fornecedores devem ser flexíveis com você.

 –  O Negócio: Avalie com racionalidade o modelo do seu negócio. É provável que quando você começou a trabalhar nele o cenário econômico, as formas de consumo, os hábitos dos consumidores, o fluxo de pessoas nas ruas, enfim, as demandas da sociedade eram diferentes em muitos aspectos. Praticamente, quase tudo hoje é diferente do que era há poucos meses.

Reflita:  O que você pode fazer diferente em seu negócio para torná-lo mais aderente ao “ novo normal ´´?  Seja o mais criativo possível nas modificações, mas não “viaje´´ a ponto de torná-lo inoperante financeiramente. Ao contrário, aplique o conceito da “ destruição criativa ´´, outra estratégia de marketing que funciona muito, com responsabilidade, para que as mudanças agreguem valor ao seu negócio e gere lucratividade.

6) Analise os Resultados Trimestralmente:

Após as renegociações com fornecedores e credores, injeção de capital de giro via crédito a taxa de juros decente (caso isso tenha sido necessário), reestruturação do seu modelo de negócio e novo formato de operacionalização, torna-se importante medir os resultados a cada 03 meses.

Lembre-se que, em 03 meses, a crise econômica pandêmica virou o mundo de cabeça para baixo e tirou tudo do lugar.

Fique muito atento a seu negócio e faça as mexidas que forem necessárias, pelo menos a cada 03 meses. Tome isso como um círculo virtuoso da reinvenção do seu negócio.

7)  Pratique Sempre:  

Reinvenção, Automotivação, Flexibilidade, Criatividade, Negociação, Planejamento, Análise, Parceria, Conexão, Conhecimento, Estudo…

Esperamos que estas dicas para MEI que compartilhamos possam te ajudar nesse momento de superação constante. Reinvente-se! Desejamos a você muito sucesso! Vamos Crescer e Vencer. 

+ Artigos

Plano de negócios: MEI, aprenda a criar um aqui.

Plano de negócios MEI, você sabe o que é e qual a importância dele para a sua empresa? Ainda não?…

Ler artigo

Como organizar seu cadastro de produtos para MEI

Como organizar um cadastro de produtos para MEI? Quais são as melhores práticas do mercado para que você tenha um…

Ler artigo

Empréstimo para MEI? Saiba como conseguir

Desde que as medidas protetivas contra o Covid-19 iniciaram, uma forte crise econômica afeta as microempresas. Em muitos casos, as…

Ler artigo
Arrow-up
pt_BR
pt_BR