Como organizar seu cadastro de produtos para MEI

Equipe SOMEI

Como organizar um cadastro de produtos para MEI? Quais são as melhores práticas do mercado para que você tenha um cadastro de produtos muito bem organizado?

Muita gente acredita que organizar um cadastro de produtos é algo complexo ou até mesmo desnecessário. Mas, isso não é uma verdade e um cadastro de produtos padronizado e completo pode fazer toda a diferença para o seu negócio!

Quer conferir algumas dicas para manter o seu cadastro de produtos organizado? Então, vem conosco que o SOMEI separou algumas dicas para você!

1. Padronize a descrição do produto

Nossa primeira dica em relação ao cadastro de produtos diz respeito a padronização da descrição. Uma descrição padronizada pode ajudar e muito na hora de localizar um produto, além de demonstrar organização e profissionalismo.

Você já reparou por exemplo, que nos supermercados a descrição dos produtos segue uma ordem lógica e um certo padrão? Nunca percebeu? O comum é citar o tipo de produto, marca e quantidade.

Para ajudar você a montar a sua descrição, criamos uma sugestão para padronização do seu cadastro, veja:

  • ACHOC EM PÓ. NESCAU 500g

ACHOC EM PÓ. (produto; achocolatado), NESCAU (marca do produto), 500g (peso ou quantidade do produto na embalagem).

No exemplo, diminuímos o termo achocolatado para que a descrição não fique muito extensa e você pode fazer o mesmo. É interessante também que a descrição completa tenha mais informações complementares com cerca de 15 a 30 caracteres. Assim, você garante uma descrição detalhada e ao mesmo tempo curta.

Veja outro exemplo:

  • ABS ALWAYS ACTIVE SECA C ABAS 8 UN

ABS (produto; Absorvente) ALWAYS ACTIVE (marca do produto), SECA C ABAS (particularidade do produto), 8 UN peso ou quantidade do produto na embalagem).

Alguns produtos podem conter certas características, como modelo, sabor ou até mesmo atributos que os diferenciam de outros produtos ou marcas parecidas, como no caso do exemplo acima.

Nesse caso, é legal colocar um trecho que informe essa particularidade do produto. A introdução da característica ou particularidade irá facilitar a localização do item em meio a outros produtos semelhantes.

Chegou o aplicativo do MEI

2. Classifique os seus produtos em categorias

Classificar os produtos em categorias é uma prática muito comum nas médias e grandes empresas. Afinal, esse tipo de classificação ajuda e muito os gestores na envio e análise de relatórios importantes para o negócio.

Mas, não são somente as médias e grandes empresas que podem usar dessa técnica. Você MEI também pode tirar proveito desse importante recurso na hora de cadastrar os seus produtos.

As categorias dividem os produtos de acordo com o seu segmento. Vamos imaginar novamente um supermercado, sabemos que eles possuem vários departamentos, como por exemplo:

  • Higiene e Limpeza;
  • Grãos e Cereais;
  • Frios;
  • Hortifruti;
  • Bebidas;
  • Dentre outros

Seguindo o exemplo explicado acima, no futuro será possível ter informações e relatórios do tipo:

  • Qual foi o volume mensal de vendas do setor de grãos e cereais?
  • Dentre outras informações importantes.

3. Cadastre cada produto com o seu próprio código de barras

Como os sistemas costumam gerar códigos automáticos e sequenciais para cada novo produto cadastrado, muitas vezes esquecemos de colocar no cadastro o código de barras do produto. No entanto, esse é um erro que precisa ser evitado.

Cadastrar um produto com o seu próprio código de barras é básico para qualquer negócio, pois só dessa forma conseguimos evitar por exemplo, que sejam registradas vendas com o produto errado.

Você já pensou no problema de vender um produto e dar baixa de outro no seu estoque? Sem falar na diferença de preços que um produto pode ter em relação ao outro? É prejuízo e complicação na certa, não é mesmo?

No entanto, ao informar e utilizar o código de barras dos produtos para registrar as vendas e novas entradas de mercadoria, tudo fica mais fácil, afinal o código de barras é único para cada produto, semelhantemente ao nosso CPF, cada um tem o seu e a numeração nunca se repete. Assim, você não erra na hora de registrar uma venda e ainda ganha em rapidez, uma vez que passa a ser possível utilizar leitoras de código de barras para a identificação e registro dos produtos, eliminando o trabalho manual.

Decida ser grande hoje mesmo

4. Mantenha o controle de estoque em dia

Por fim, chegamos a nossa última dica, que mesmo não sendo diretamente relacionada ao cadastro de produtos em si, também é muito importante.

Seguindo todas as dicas de organização e padronização citadas antes, ficará muito mais fácil e prático manter o controle de estoque da sua MEI em dia.

Um estoque organizado e bem controlado, certamente fará toda diferença para o seu negócio!

Estamos chegando ao final desse artigo. Você curtiu as nossas dicas para manter o cadastro de produtos da sua empresa muito bem organizado? Continue acompanhando o blog do Somadores e fique sempre por dentro de outras dicas e novidades!

Já fez o download do seu app? Baixa aí! É grátis!

+ Artigos

Dicas para MEI: como calcular preços de venda

Dicas para MEI: Você sabia que o cálculo do preço de vendas influencia o seu negócio em diversos aspectos? Como…

Ler artigo

Fluxo de caixa para MEI por onde começar

Você já ouviu falar em fluxo de caixa? Conhece a sua importância e sabe como implementá-lo no seu negócio? Se…

Ler artigo

5 dicas para o MEI lidar com a queda nas vendas

As vendas caíram? Então é hora de conferir as 5 dicas que o SOMEI preparou para ajudar você a lidar…

Ler artigo
Arrow-up
pt_BR
pt_BR